Matizes Dumont

 

O GRUPO MATIZES DUMONT é formado por integrantes de uma família de Pirapora, Minas Gerais, que se dedica há mais de trinta anos às artes visuais e gráficas e ao desenvolvimento humano. Usam o bordado espontâneo, feito a mão, como linguagem artística e instrumento de transformação social e cultural.

Com origem no bordado mineiro clássico, essa família de artistas criou novas possibilidades, deu novos sentidos a esse milenar ofício. O "bordado livre e espontâneo", como elas o vivem, rompe com os padrões da técnica original. São misturas de matizes, tecidos e tessituras, traçados que se combinam em uma arte visual com caraterísticas próprias, sem formas nem padrões pré-concebidos. Inspirada na natureza e na diversidade da cultura brasileira, criam telas, arte, de profunda delicadeza.  O grupo é formado pela mãe, Antônia Zulma Diniz Dumont, o filho Demóstenes, as filhas Ângela, Marilu, Martha e Sávia. Linhas, sedas e linhos; cores, amores e partilhas, uma mãe, quatro filhas, um filho.

Seus sonhos de criar e fazer arte com liberdade brotaram cedo como o dia, envoltos em meadas e novelos coloridos de mamãe e nos "almanaques" de papai. Brinquedos feitos com sementes completaram nossos folguedos e desafios na infância.

Assim fizeram as primeiras leituras, ouvindo curiosos os causos contados por papai e observando atentos os barrados dos vestidos e as histórias bordadas por mamãe, dias e noites adentro. Desde cedo aprenderam a construir suas primeiras formas com agulha e linha brincando e observando a mãe artista, que os instigou o olhar e a escutar com sensibilidade, e isso os permitiu conviver de um jeito especial entre eles, entre rios, com a natureza e com o outro. Mais adiante, descobriram que o bordar poderia ir além do universo dos enxovais das noivas e meninos que chegavam. Criaram as primeiras obras bordadas para enfeitar os quartos em conjunto com os traços contemporâneos do irmão Demóstenes, graduado em artes plásticas. E assim começou! Apoiados por uma intimidade diferenciada com as águas do rio São Francisco e formas do cerrado bordam suas almas de criança.

Descobriram que o bordado poderia ir "além dos limites do bastidor", o que os inspira a ler as entrelinhas da vida com leveza, intensidade, alegria e solidariedade, cientes do efêmero de tudo que vem e passa. 

Neste movimento de expandir e criar acrescentaram outras características ao bordado, que hoje se atreve, arrisca de forma lúdica. Das peças utilitárias partiu com ousadia e inovação para as primeiras ilustrações de livros e em forma de telas para ocupar o espaço das artes visuais.

 

Informações de contato:

email: contato@matizesdumont.com

telefones: 61 3879 0010  e  61 9 8366 1551

 

Mais sobre Nós:

Website: http://www.matizesdumont.com

Facebook: Matizes Dumont Artista

Instagram: @matizesdumont